Gestão de Tráfego pago,
a melhor forma de anunciar
sua empresa
Slide Alcance mais pessoas com
seus anúncios patrocinados.

O QUE É TRÁFEGO PAGO?

Imagina você conseguir divulgar os seus produtos e serviços de maneira simples por meio de anúncios patrocinados, essa é a melhor forma de divulgação nos dias de hoje, as pessoas estão conectadas, visualizando interagindo e engajando com seus gostos e preferências. E se eu te disser que é possível direcionar uma campanha para o seu cliente.

Por meio das redes sociais as pessoas compartilham desejos, interesses e gostos, e essa informação é armazenada, com isso é possível por meio de um gestor de tráfego, desenvolver uma campanha focada no público alvo da empresa  que solicitou esse serviço. Essas campanhas são criadas nas plataformas dessas empresas como o Facebook Ads , permitindo o acesso ao gerenciador de Anúncios que possibilita a criação de Anúncios direcionados à um nicho de pessoas que são potenciais clientes.

Dessa forma, a empresa consegue aumentar a captação de clientes  graças a gestão de tráfego, e com o aumento exponencial de pessoas consumindo produtos e serviços na internet , tornou-se necessário para o sucesso de um empreendimento o seu investimento no meio digital.

Anúncios nas Redes Sociais ou no Google?

principal diferença entre anúncios nas redes sociais, como o Facebook e Instagram, do que anúncios no Google e outros buscadores, é que nas redes sociais você tenta chamar ATENÇÃO de um usuário para algo que ele não buscou diretamente naquele momento, apesar que o objetivo seja apresentar o anúncio para quem tem chances de conversão (baseado em seus interesses, comportamentos, intenções, perfil, etc).

A rede social consegue fazer isso baseado nas informações compartilhadas em suas plataformas, como no WhatsApp, Facebook e Instagram. Tudo que você curte, comenta, segue, fala, escreve, é monitorado, compilado e servido como informações para que o anúncio mais certo apareça para você.

Já no Google e nos buscadores, geralmente o usuário faz uma AÇÃO, que é uma busca, e seus anúncios aparecem para ele após esta ação. Veja que são canais distintos, pois enquanto nas redes sociais você tá jogando a rede para pegar alguns peixes que lhe interessem, no Google e nos buscadores é o consumidor que está procurando e que você deve se apresentar como uma opção.

Tráfego Pago ou Orgânico?

Tráfego Pago, como o próprio nome diz, tem um custo direto, sendo assim seu ponto negativo. Contudo, ele acelera a sua exposição e presença digital no mundo virtual, pois com um custo (ainda) muito baixo, coloca o seu negócio na frente dos potenciais consumidores, se bem segmentado, configurado e otimizado.

Já o Tráfego Orgânico, ele é “gratuito“, pois você não precisa pagar (diretamente) para o ter. Basta um post em uma rede social ou uma boa indexação do Google, que você começa a ter acessos orgânicos. Lembrando que ao produzir conteúdos como artigos de Blog, dicas nas redes sociais, etc…você está trabalhando “de graça” para o canal e isso é o preço que você tem que pagar para ganhar esse acesso orgânico.

A definição de melhor entre tráfego pago e orgânico é bem difícil definir, pois realmente vai variar de ramo para ramo e do tempo e verba que você possui disponível. Uma coisa é certa, eles se complementam.

Como iniciar no tráfego Pago

Primeiro você precisa estabelecer um objetivo bem claro, antes de começar os investimentos, após isso você deve investir tempo e estudo em gestão de tráfego, existem inúmeras possibilidades para uma campanha dar certo ou não, isso é questão de prática e leva bastante tempo para tornar-se um gestor de tráfego competente.

Importante: evite o botão impulsionar do Instagram e Facebook por dois motivos o nível de segmentação é baixo ou seja você estará simplesmente atirando no escuro, por que seus anúncios serão direcionados para pessoas genéricas e a chance de conversão é bem baixa, então sempre evite esses botões os profissionais mais experientes sempre orientam dessa forma aos iniciantes.

Existem dois motivos para tornar-se um gestor de tráfego ou você quer tornar-se um profissional liberal ou você tem um negocio é quer impulsionar suas vendas, além de aumentar a exposição do seu negócio na internet. Caso você tenha um negócio e quer investir nele, indicamos que terceirize esse serviço, dessa forma você consegue investir mais tempo na sua empresa.

Por quê contratar uma agência Digital?

A decisão de terceirizar a sua Gestão de Tráfego ou não com uma Agência de Marketing Digital, vai depender da sua verba, seu tempo e quanto custa a sua hora de trabalho. A conta é simples: Se você já é um profissional com uma demanda razoável e não tem muito tempo ou habilidade para estudar e praticar a sua própria gestão de tráfego, você deve terceirizar pelas seguintes razões:

  • O custo da sua hora de trabalho tem um valor X, que não compensa você perder essa hora de trabalho estudando e executando a sua gestão de tráfego, pois é mais barato você terceirizar com uma agência de marketing digital.
  • Os resultados que você irá conseguir sejam inferiores do que uma agência que trabalhe com isso há anos e tenham certos atalhos e habilidades para o sucesso, que você levará bem mais tempo para atingir.
  • Divisão do foco entre especializar-se no seu segmento e entregar o melhor do seu produto e serviço, do que dividir entre o seu trabalho e a gestão do seu tráfego.

Principais Métricas

  • CPC – Custo por Clique no anúncio.

  • CPA – Custo por Aquisição. Espécie de Custo por Conversão que deseja no Google Ads.

  • CTR – % de pessoas que clicaram no anúncio em relação a quantas pessoas viram o anúncio.

  • ThruPlay – Quantidade de pessoas que iniciaram a ver o vídeo por determinado tempo (varia por plataforma).

  • Conversões – Quantidade de pessoas que fizeram o que você queria: Cadastro, Entrou em Contato, Comprou, etc.

  • Alcance – Quantas pessoas diferentes viram o anúncio ou apareceu em suas telas.

  • Impressões – Considera o total de apresentações que seu anúncio apareceu, mesmo uma pessoa vendo mais de 1 vez, contará quantas vezes apareceu no total, diferente do alcance.

  • ROI – Retorno sobre o investimento.

  • ROAS – Retorno sobre o anúncio.

Recursos Importantes

  • Uso de um bom site ou landing page como destino do clique, que abra rápido e tenha as melhores práticas para o seu objetivo na campanha;

  • Uso do Pixel do Facebook e/ou da Tag do Google Ads, bem como suas corretas configurações e aquecimento;

  • Utilização do Recurso de público chamado Remarketing;

  • Utilização do Recurso de público chamado Lookalike (públicos semelhantes);

  • Negativação contínua de Palavras-Chaves Negativas no Google Ads;

  • Segmentação por renda na maioria dos casos que isso for pertinente;

  • Testes de criativos (artes e vídeos) e alteração com a frequência necessária. Muitas vezes um mesmo anúncio, com o mesmo público, reagem totalmente diferentes com artes, vídeos e copies diferentes.

Plataformas de anúncio patrocinado

Facebook Ads

Possível trabalhar fotos, vídeos mais longos e diversos posicionamentos, como Feed, Story e Coluna da Direita.

Instagram Ads

Possível trabalhar fotos, vídeos mais curtos e posicionamento de Feed, Story e Descoberta.

Google Ads

Anúncio nas plataformas do Google, podendo ser a rede de pesquisa, rede de display, além de vídeos no YouTube.

Youtube Ads

Anúncios em Vídeo e Textos no YouTube, 2 maior buscador do mundo e líder em views de vídeo.

Tráfego pago descomplicado

Com todas essas informações, fica claro que conforme as pessoas vão utilizando cada vez mais as redes sociais e a internet , seja para realizar compras online, ou pedir um lanche  no Ifood, a partir desse contexto o investimento feito para inserir a sua empresa no ramo digital fica cada vez mais necessário para o sucesso do negócio. Dessa forma nós da Gestão de Mídias estamos contigo nesse objetivo, oferecendo um serviço com um ótimo custo beneficio que trará grandes oportunidades ao seu empreendimento.

Chamar !
Precisa divulgar seu negócio ?
Somos especialistas em Gestão de redes sociais.